Quadrinha

0

Colaborador: Arnaldo Gomes Leomil, 73 anos.

Não sou difícil, sou diferente
Não sou anormal, sou ente
Simples assim, gente
E gente que sente

Mas quando num repente
Topo com alguém que mente
Indubitavelmente a minha mente sente
Algo repelente

E diz, não mente
Brasil, que gente indiferente!
Que na eleição não analisa e sente
O que só vem na mente

Mas depois, tardiamente
E pior pra tanta gente
Até pra quem mesmo sabiamente
Do voto ficou descrente

A imagem que ilustra o texto é a pintura ‘Desbravamento da mata’, de Candido Portinari (1941), acervo digital do ©Projeto Portinari e que retrata a alma, o povo e a vida brasileira, tal qual o autor da Quadrinha faz, em texto

Deixe uma resposta