Paulo Menten volta ao Museu de Arte com curadoria do neto, Raphael Menten

0

O Museu de Arte de Londrina (R. Sergipe, 640), que ainda necessita de um restauro, abre as portas para a exposição Sequências brasileiras, com pinturas do artista Paulo Menten e curadoria assinada pelo neto dele, Raphael Menten. A mostra, que pode ser vista de segunda a sexta-feira, das 13h às 18h, abre neste sábado (18) e fica aberta até o fim de dezembro.

Um dos principais gravuristas brasileiros, Paulo Menten nasceu em São Paulo, em 1927 e morreu em 2011, na capital paulista. Entretanto, passou parte da vida no Norte do Paraná: na década de 1980 se mudou para Londrina e deu aulas na Universidade Estadual de Londrina (UEL), tendo morado aqui por 30 anos.

Série São Paulo Antiga (1976), do acervo do Laboratório das Artes de Franca – Lab

O artista retratou a expansão cafeeira, o trabaho de operários, o cotidiano da cidade. Além de pintar fachadas de casarões coloniais. Sua obra é bastante particular, com paisagens e cenas, figuras e detalhes, cores e composição gráfica. Pudera, o curso que fez entre 1949 e 1951 foi no Museu de Arte de São Paulo (Masp) com Lívio Abramo.

Suas obras estão no Museu de Arte Moderna de São Paulo, Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Pinacoteca do Estado de São Paulo, Fairleigh University Printcol em New York, Coleção de Gravuras da Biblioteca Lenin de Moscou, na Embaixada do Brasil em Israel, entre outros, além de coleções particulares.

Série São Paulo Antiga (1975), do acervo do Laboratório das Artes de Franca – Lab

Veja um documentário sobre Paulo Menten, disponível no Youtube:

Deixe uma resposta