Na estreia, Festival de Dança mistura ritmos afro com sul-coreanos

0

A estreia dos 15 anos do Festival de Dança de Londrina, que será neste sábado (7) às 20h30 no Teatro Ouro Verde, vai misturar os ritmos e movimentos afrodescendentes com os sul-coreanos. A coreografia é do Balé Teatro Castro Alves, com dança e trilha sonora assinada pelo artista experimental Jae Duk Kim, da Coreia do Sul. A entrada é gratuita.

Espetáculo Lub Dub, do BTCA (Foto: Divulgação)

“O Balé Teatro Castro Alves, de Salvador, leva para a abertura do Festival de Dança de Londrina o espetáculo Lub Dub, sua mais recente criação, que estreou em abril passado. É um trabalho do sul-coreano Jae Duk Kim, que responde pela coreografia e compôs toda a trilha sonora também”, explica Antrifo Sanches, diretor artísticos da Balé Teatro Castro Alves (BTCA).

Em cena, os bailarinos vivem minimamente os movimentos. “Lub dub é denominação dada às batidas do coração, esse foi o mote inicial. Quando eu o convidei, pedi que fizesse interação entre cultura afro-brasileira da Bahia e a sul-coreana. E ele fez com primor, com muito cuidado. A cena é potente, vigorosa, poética e fala disso, desse corpo que pulsa, que protesta, que luta, que se relaciona com o outro, enfim, é um trabalho muito bonito”, diz Antrifo.

Obviamente assistir ao espetáculo é muito melhor que qualquer vídeo, a seguir é possível ver um teaser da peça, disponível no Youtube. O público pode ter uma ideia de como são movimentos precisos e que provocam sons, embora a trilha sonora seja também parte dela tocada ao vivo.

Deixe uma resposta