Luccarelli, da Puglia: um vinho docemente delicioso e com buquê de café

0

A noite estava propícia à reflexão. Como a maioria de todas as noites. E, claro, um bom vinho sempre acompanha bons pensamentos. Reflexões junto de taças fazem-me pensar sobre a vida, sobre os projetos, sobre os sonhos e sobre coloca-los todos em prática. Dia desses, resolvei abrir uma boa garrafa, presente do meu primo Ivo Junior, que tem trabalhado com a venda de vinhos no atacado.

Luccarelli 2015, da Puglia. Ah, os vinhos dessa região italiana são fantásticos. Não somente porque as vinícolas estão espalhadas por solos férteis ao longo de 400 quilômetros da costa do Mar Adriático, mas, sobretudo, porque são produzidas uvas deliciosas, algumas desconhecidas do grande público. São elas: trebbiano, bombino bianco, montepulciano, sumarello, além das mais comuns ao meu paladar: sangiovese, primitivo e negroamaro.

O Luccarelli, da Puglia, é um vinho delicioso (Foto: Fábio Luporini)

O Lucarelli em questão me pareceu ter um gosto saboroso e insistente de café. Um aroma recorrente numa e noutra taça. Eu já havia degustado esse vinho, mas nunca com este buquê. Com acidez quase que imperceptível, o vinho estava com uma doçura deliciosamente tragável e natural. Uma bela companhia para as reflexões de como a vida é passageira, de como a gente vai gastando o tempo com coisas que não nos levam a lugar algum.

E, obviamente, a reflexão de como não podemos deixar de tomar um bom vinho como esse. A ocasião especial para fazê-lo é sempre agora. Nunca depois, ou mais tarde ou outro dia. Por isso, meu primo, tive de degusta-lo, embora eu tenha dito que tomaríamos juntos. Como o primo mora em Curitiba, teremos de abrir outro Lucarelli. Ou outro bom vinho para uma boa ocasião!

Deixe uma resposta