Livro conta a história do vinho entre franceses e alemães na 2ª Guerra Mundial

0

Cada vez que eu segurava as páginas na mão, que as folheava à minha frente e que mergulhava na leitura, me dava vontade de tomar uma tacinha de vinho. Era inevitável. O livro Vinho & Guerra – os franceses, os nazistas e a batalha pelo maior tesouro da França, escrito por Don e Petie Kladstrup, chegou recomendado pelo amigo Caco Braile e presentado pelo casal Samuka e Andrea e tornou-se uma das mais gratas leituras que já fiz. A narrativa mostra como a cultura do vinho foi importante na resistência dos franceses durante aos nazistas durante a invasão da França pela Alemanha, na Segunda Guerra Mundial.

Matéria-prima do enredo, as entrevistas com os franceses que viveram os tempos de guerra relevam momentos sublimes: ao mesmo tempo em que os alemães saqueavam os vinhos, muitas famílias enterravam ou os escondiam em caves falsas na tentativa de guardarem as melhores safras para o pós-guerra. As vinícolas sofreram, não há dúvida, com o mal cuidado provocado pela escassez de uma guerra, que castigaram os parreirais.

Os franceses, obrigados a enviarem remessas cada vez maiores aos alemães, bolaram estratégias do tipo engarrafar vinhos péssimos com rótulos de boas safras. Lembro-me de um episódio em que um grupo de muitos soldados da França estava num campo para prisioneiros de guerra. Entre os trabalhos forçados, desenvolveram uma estratégia para manter a mente sã: marcaram um festival de vinho. Com que vinho? Com as poucas garrafas que familiares enviavam, de forma escondida.

O vinho foi o motivo pelo qual aqueles franceses se mantiveram ocupados durante algum tempo. Foi o vinho que aqueceu muitos combatentes. E foi com vinho que os franceses celebraram o fim do conflito. Bons vinhos, aliás, de vinícolas hoje importantes, tradicionais e famosas das regiões de Borgonha, Bordeaux, e Champagne. O vinho une, agrega, comunga. A leitura, eu recomendo. O vinho, então, nem se fale! Aliás, o internauta me dá licença de escolher um bom vinho francês para hoje!

Deixe uma resposta