Hard Rock vai inaugurar complexo de hotel em Primeiro de Maio até 2020

0

Já imaginou ter um complexo Hard Rock pertinho de casa, há cerca de uma hora de carro? Pois bem. Até 2020 isso será possível, aqui no Norte do Paraná, mais precisamente na Ilha do Sol, às margens da represa de Capivara, no Rio Tibagi, no município do Primeiro de Maio. O local, que já era conhecido por sua potencialidade turística, agora vai deslanchar ainda mais ao atrair turistas do país todo, em busca do conceito Hard Rock Hotel.

Empreendimento em Tenerife, maior ilha do arquipélago das Canárias (Fotos: Divulgação)

De acordo com a Hard Rock, que já tem uma unidade restaurante em Curitiba, capital do Paraná, só foi possível trazer a rede de hotéis porque a Venture Capital Investimentos (VCI), investirá mais de R$ 300 milhões nos projetos, sendo R$ 100 milhões por meio de debêntures emitidas e captadas com o Rating A. Por meio o contrato firmado com a Hard Rock Hotel Brasil, a VCI controla os investimentos, mas toda a operação da marca no Brasil fica diretamente a cargo da rede americana.

As negociações da VCI com a Hard Rock começaram há quatro anos e a empresa adquiriu o direito de utilizar a marca no mercado brasileiro. Outros dois empreendimentos estão em fase de implementação, também com obras em andamento em praia da Lagoinha (Fortaleza) e Caldas Novas (Goiás), este último ainda a ser construído.

Vista do Hard Rock Hotel em Hollywood

No caso da Ilha do Sol, um condomínio cercado por águas com 184 lotes que variam entre 1.090 e 4,2 mil metros quadrados, havia dificuldades em terminar as obras de um empreendimento hoteleiro, embora parte da estrutura do local já esteja pronta. O transporte até lá é feito apenas de barcos ou lanchas, partindo do Terminal Turístico de Primeiro de Maio.

Uma reportagem do amigo e colega Alberto D’Angele, que ajudei a produzir enquanto trabalhei com ele na RPC, explica o projeto, quase um ano antes desse anúncio da Hard Rock. Basta clicar aqui.

O conceito do hotel terá o padrão internacional, como experiência de astro do rock, incluindo shows musicais e exibição de itens originais de grandes artistas mundiais. A marca, presente no Brasil desde 2015, quando abriu a primeira unidade de um café em Curitiba, fatura anualmente US$ 4,7 bilhões em 177 países diferentes.

Deixe uma resposta