Fraldinha recheada na cama suja: fácil de fazer e deliciosa, com um bom vinho

0

As recepções na casa do amigo Donizetti Silva, em torno de qualquer motivo – às vezes só a amizade, mesmo, o que já é suficiente –, são sempre carinhosamente preparadas. Lá é como se eu estivesse em casa, embora o tempo corrido não permita um convívio mais frequente. E não foi diferente quando o filho dele, o também grande amigo Gabriel Bernardo da Silva, estava passando uns dias de férias no Brasil.

Gabriel é voluntário do Marista na Itália, onde trabalha num projeto internacional com crianças refugiadas, na Sicília. É tema para outro texto, noutra ocasião. Porque, desta vez, nós vamos falar de comida. E, para tomarmos o vinho italiano trazido especialmente da região do vulcão Etna, Donizetti preparou uma fraldinha recheada na cama suja. O nome parece estranho, mas é uma carne deliciosa e fácil de se preparar.

Antes de assada, fraldinha recheada vai sobre uma camada de batatas cortadas (Fotos: Fábio Luporini)

Donizetti comprou a fraldinha e foi até o Empório de Carnes Palhano, no comecinho da Av. Madre Leônia Milito, em Londrina, e pediu para o amigo dele, dono do açougue, rechear. Pode ser com bacon, com cenoura, com repolho, com o que o seu gosto quiser. Aí, será preciso fazer a “cama”, com batatas cortadas nem muito finas nem muito grossas. Não pode ficar nenhum buraquinho mostrando a forma.

Delicioso. Não há palavras que descrevam o sabor da fraldinha recheada na cama suja

Dá uma untada antes, coloque as batatas cortadas, e, por cima, a carne recheada. Depois, se quiser, jogue uns filetes de azeite e leve ao forno durante 40 minutos a 1 hora, dependendo do tipo do forno, com a carne envolvida num papel alumínio. Com tudo pronto, só abrir um bom vinho: no caso, um Nicosia Etna Rosso DOC, com 80% de uvas nerello mascalese e 20% nerello cappuccio. Para acompanhar, boas amizades! Como a da Egislane, mãe do Gabriel, além do amigo Osmar Junior.

Não se esqueça: fazendo a fraldinha recheada na cama suja, convide-nos para degustar bons vinhos!

Mesa posta…
…e vinho a postos!

Deixe uma resposta