Exposição de Erwin Wurn no CCBB do Rio discute e reflete sobre o corpo humano

0

Estava eu de bobeira passeando pelo Centro do Rio de Janeiro, quando me deparo com uma exposição gratuita no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB): O corpo é a casa, do artista austríaco Erwin Wurn. Uma série de trabalhos para refletir sobre o corpo humano físico (gordo ou magro), psicológico (com personalidade, com tristeza, com alegria) e espiritual. A proposta é provocar questionamentos a partir de distorções de elementos cotidianos.

Já no hall do CCBB, uma casa gigante prepara o público para a exposição. Elementos superlativos ou diminuídos; distorcidos ou em evidência. Casas, ou objetos de casa, carros, roupas, alimentos (como a seção cheia de pepinos) aparentemente não têm nada a ver. Mas, justamente por isso, é que nos fazem refletir nalgum sentido além daquilo que os olhos veem.

Para as crianças, lúdico e engraçado. Inclusive porque em determinados momentos elas podem interagir com a obra. E acabam se divertindo à beça. Os adultos também interagem. Imagino, entretanto, que além de se divertirem, se colocam no lugar da própria reflexão. É momento para isso e a exposição convida o espectador a pensar diferente. Passando pelo Rio, vale a pena dar uma olhadinha!

Veja alguns dos registros:

Deixe uma resposta