Denise Stoklos dá aula de teatro ao ler em cena textos de seus espetáculos

0

Uma verdadeira aula de teatro, mesmo para quem não tem nada a ver com o ofício. Ou seja, um mero espectador consegue absorver as qualidades de interpretação de caras e bocas, de respirações e entonações. Denise Stoklos, no palco, já é um espetáculo. Lendo suas próprias peças, é como mergulhar no universo da produção dela. Cenários ou cenas, protagonistas ou antagonistas? Não precisa. Ela se basta!

Denise Stoklos em cena com leitura de textos (Foto: Divulgação)

Pela ordem, Denise fez a leitura de trechos dos seguintes textos: Mary Stuart, Casa, Desobediência civil, Preferiria, não?, Carta ao pai, Calendário da pedra, Des-Medéia, entre outros, intercalando interpretações em português, algumas em inglês, textos e críticas políticas e atuais.

Foi um espetáculo com menos de uma hora e, apesar de ser uma leitura de textos já apresentados em outros formatos, não foi cansativo. Porque Denise tem a capacidade de interpretá-los de forma satírica e bem humorada. Aliás, um gênero teatral que, obviamente não é novo, mas tem se tornado cada vez mais comum nos palcos de grandes atores e companhias.

E o Festival Internacional de Londrina (Filo) acerta quando traz ao público a leitura de uma atriz que já pisou no palco do festival com os espetáculos montados e completos, com cenário e toda a estrutura. Mais que isso, o Filo acerta em promover parte de sua programação numa “época” fora de época, porque dilui os espetáculos durante o ano e cria uma nova agenda cultural. Claro que o público precisa se acostumar. Mas, por que não “calendariar” o Cabaré para o fim do ano?

O Portal Duo assistiu à peça a convite do Filo.

Deixe uma resposta