Brasiliano e Decanter misturam boa gastronomia com bons vinhos

0

O universos dos vinhos argentinos da Finca las Moras, apetitosamente explicado pelo sommelier William Máximo, misturado ao criativo e delicioso mundo da gastronomia do Brasiliano, desenvolvido pelo chef Marcelo Camargo, foram dos destaques do jantar harmonizado que o restaurante promoveu, em parceria com a Enoteca Decanter, semana passada. O cardápio? Bons vinhos, bons pratos e bons papos.

“O vinho tem a função de reunir as pessoas que são caras entre si”, disse o sommlier, antes de iniciar sua pequena explanação sobre os vinhos argentinos e, de modo particular, das características da Finca las Moras. O chef Marcelo também justificou a escolha do cardápio, sempre para combinar com os rótulos escolhidos.

O Ceviche de Saint Peter, por exemplo, servido com o vinho Las Moras Barrel Select Chardonnay 2016, teve uma drástica redução da acidez. O chef colocou menos limão e mais laranja lima, para não diminuir o sabor do vinho, que, aliás, é bem frutado. Tem gente que sentiu abacaxi, maçã e até lichia. A entrada estava totalmente delicada!

De entrada, ceviche (Fotos: Fábio Luporini)

Em seguida, uma concha de batata com ragu de rabada e shitake, harmonizado com o vinho Las Moras Barrel Select Malbec 2016. Mas, desfiado e bem limpinho, o paladar da rabada não ficou tão forte como o prato normalmente seria. E combinou perfeitamente o malbec argentino, uma das uvas mais cultivadas e características daqueles país, particularmente com um aroma de especiarias.

Batata com ragu de rabada: deliciosa

O segundo prato, assim como o vinho que o acompanhava, era ais robusto e encorpado: medalhão de mignon ao molho roti com risoto de pistache e gruyere, envolvido numa fatia de bacon, com o vinho Las Moras Barrel Select Cabernet-Syrah 2016. Já a sobremesa, um Romeu e Julieta contemporâneo, ficou sem harmonização.

Mignon com risoto de pistache

É didático e extremamente agradável degustar bons pratos e bons vinhos com um chef e um sommelier nos orientando e ressaltando algumas características que se podem encontrar tanto nos pratos quanto nos vinhos. Muito embora a experiência gastronômica seja singular e pessoal. Ao fim da noite, podem-se trocar ideias e experiências com os amigos e com os próprios chef e sommelier.

A sobremesa nem precisou de harmonização

O Portal Duo participou da degustação a convite do Brasiliano e da Decanter.

Deixe uma resposta