Em ano difícil, Plantão Sorriso faz balanço das atividades e pede ajuda

0

O ano não foi fácil pro Plantão Sorriso, mas, mesmo assim, tem motivos de sobra para comemorar: apesar das dificuldades financeiras, as visitas a sete hospitais de Londrina e região foram mantidas. Desde que surgiu, há 21 anos, são mais de 500 mil atendimentos. Por isso, nos dias 28 e 29, o tradicional Balanço mas não cai, show de música ao vivo, cenas de palhaço e apresentação das atividades, será realizado pela 10ª vez, agora no Bar Valentino (Av. Pref. Faria Lima, 486), com ingressos a R$ 10 (couvert). Crianças de até 8 anos não pagam.

Balanço mas não cai, do Plantão Sorriso, completa 10 anos (Foto: Divulgação)

“Tivemos o importante apoio de empresas que são nossas parceiras há alguns anos, através da Lei Rouanet, mas a ausência do Promic [Programa Municipal de Incentivo à Cultura] neste ano de 2017 prejudicou todo o nosso planejamento de atividades. Para 2018, a manutenção do Plantão Sorriso ainda é uma incógnita”, lamenta Gerson Bernardes, ator e coordenador da ONG, em nota enviada à imprensa.

O financiamento coletivo lançado pelo grupo, que o Portal Duo mostrou e que pretender arrecadar R$ 60 mil para as atividades de 2018, já arrecadou pouco mais de R$ 4,5 mil. Quem quiser ajudar, ainda dá tempo.

No repertório do espetáculo, o Plantão Sorriso vai fazer referência aos animais. “Num ano de tanta turbulência na cultura de Londrina, o elenco do Plantão resolveu soltar os bichos da melhor maneira possível: se divertindo. Todas as músicas do repertório tem bicho no meio, e não tem como falar de pulga, burro, tatu e mula, sem ser divertido”, explica Tonho Costa, ator do Plantão e diretor musical do Balanço. No palco, acompanhando o elenco, estão os músicos André Gião (guitarra), Junior Ribeiro (contrabaixo) e Fabio Farinha (bateria).

Deixe uma resposta